Pronúncia – Por que é importante aprender os símbolos fonêmicos em inglês?

Em primeiro lugar, é importante destacar que o objetivo primordial da linguagem é a comunicação. Assim como é importante aprender, expandir e refinar nosso conhecimento de vocabulário e gramática em inglês, é também muito importante se dedicar ao estudo da pronúncia do inglês. Pois os três componentes citados acima formam a base da língua e devem ser desenvolvidos em harmonia.

Hábitos errados de pronúncia tornam a comunicação difícil ou até mesmo impossível. A correção de hábitos antigos de pronúncia é muito mais demorada e difícil que o processo de aprendizagem correta de novas palavras. Mesmo que você não tenha a intenção de ter uma pronúncia próxima a de um nativo da língua, vale lembrar que o estudo da pronúncia do inglês o ajudará a desenvolver uma boa compreensão auditiva e entender os fenômenos envolvidos na produção dos sons, fazendo com que você entenda mais facilmente as falas, músicas, transmissões de rádio e TV em inglês.

Em segundo lugar, é muito importante que o aprendiz de inglês saiba reconhecer os símbolos fonêmicos para que possa verificar a pronúncia correta de qualquer palavra no dicionário, sem a ajuda do dicionário. Como a maior parte do estudo da língua ocorre entre uma aula e outra, o aprendiz precisa se instrumentalizar com recursos que o ajudem no momento que estiver estudando sozinho.

Em terceiro lugar, você logo perceberá que a pronúncia do inglês tem pouca lógica, o que nos impede de generalizarmos os padrões de pronúncia das palavras. Em português, todos nós sabemos que a pronúncia de “b + a” é “ba”. Se juntarmos mais duas sílabas “la” + “da”, temos “balada” e a pronúncia não muda.

Já em inglês, isso não é possível, pois a cada encontro de consoantes com vogais poderemos ter sons diferentes. Vejamos alguns exemplos de palavras que trazem o encontro de “e” + “a” em inglês: great /ɡreɪt/ (ótimo), meat /miːt/ (carne), bread /bred/ (pão). Como não podemos generalizar os padrões de pronúncia em inglês, só nos resta aprendermos a pronúncia das palavras individualmente, sempre com o auxílio dos símbolos fonêmicos de um bom dicionário.

Em quarto lugar, nem sempre conseguimos identificar e reproduzir a pronúncia correta de uma palavra apenas ao ouvi-la. Assim, os símbolos fonêmicos representam um recurso complementar que nos ajuda a visualizar a pronúncia correta, nos permitindo “enxergar” detalhes que o ouvido não seria capaz de captar naturalmente. É impressionante como nos surpreendemos quando consultamos no dicionário a pronúncia de palavras tidas como básicas e já conhecidas em inglês.

Caso você esteja achando os símbolos fonêmicos difíceis, calma! Em primeiro lugar, a grande maioria dos símbolos se assemelha à grafia do alfabeto. Apenas alguns sons são representados por símbolos diferentes. Em segundo lugar, a habilidade de reconhecer e reproduzir os sons em símbolos fonêmicos é algo que se aprende a longo prazo. Primeiro, você irá reconhecer os símbolos mais fáceis, que se parecem com as letras do alfabeto. Depois, com exercícios específicos de consulta ao dicionário, você irá se familiarizar com os símbolos a ponto de reconhecê-los e até mesmo reproduzi-los para fazer suas anotações de palavras novas ou pronúncia específica. O importante é reconhecer a importância dos símbolos fonêmicos e curtir cada etapa do seu aprendizado.

Bons estudos!

– Prof. Willians

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrPin on Pinterest

Você também pode gostar...